segunda-feira, 16 de abril de 2012

Firma Meu Coração


Dificuldades e pressões da vida tem me aterrorizado.
Problemas que parecem não terem fim.
Feridas que nunca saram.
Dores que nunca se acabam.

É assim que me encontro nesses últimos mês.
Tenho buscado cura pra minh'alma,
Quanto mais procuro, mais distante se encontra.

Porem em meio a tanta dor percebi algo.
Não quero que Deus me leve e que me tire dessa terra.
Parece até um paradoxo.
Mas em meio a tanta dor nunca desejei tanto viver.

Quero viver o sobrenatural.
Quero experimentar a vida em abundância dita por Jesus.
Quero uma vida ao lado do Senhor.
Acaso mostras as tuas maravilhas aos mortos? Acaso os mortos se levantam e te louvam? (Salmos 88:10)

Diante de tanta turbulência na vida
Percebo que nunca estive tão segura nas mãos do Senhor.

“Quando a última coisa que você tiver for Deus, você vai descobrir que Ele era a única coisa que você precisava ter.” C. S. Lewis

Kari Jobe descreve exatamente essas poucas palavras em uma unica musica.



video

terça-feira, 10 de abril de 2012

Nova Ressurreição

Oi Gente....
Tudo bem com vocês?
Uma amiga me mandou um texto que impactou muito minha vida. Queria ter colocado na pascoa, mas por causa da correria não pude.
Escrevi algo parecido algum tempo Domingo de Páscoa, é só clik pra ler.
Que vocês possam ser tambem edificados com esse texto.
Deus os abençõe!!



ABRIL DE UMA NOVA RESSURREIÇÃO

Déborah Motta da Costa


Abril é um mês que sempre causa grande expectativa em mim, de receber as respostas aos meus maiores questionamento. Foi em abril do ano passado, mais precisamente no domingo de páscoa, que entreguei ao Senhor meu jejum de chocolate de três anos, meu maior prazer, em oferta de sacrifício a Jesus, que por amor a mim se entregou, numa páscoa também, há mais de dois mil anos atrás, para que hoje eu fosse redimida em Seu Nome. Sua entrega por mim, minha entrega por Ele... Cada entrega, por um propósito futuro que há de se revelar!

A páscoa possui significados espirituais contidos em cada momento revelado desde sua instituição, se observados à luz do Espírito Santo.

Foi numa páscoa que Deus ordenou que o primogênito de cada tenda onde não houvesse o sangue do cordeiro derramado, fosse morto, para que Faraó deixasse livre o povo outrora opresso em aflição; o que veio a significar para nós, anos mais tarde, que o Primogênito de Deus seria esse Sangue derramado por um e por todos a fim de nos trazer a libertação dos pecados.

Páscoa fala de morte, de renúncia, de espera, de silencio e também, de justificação revelada, de esperança renovada, de aliança restaurada, de comunhão estabelecida e vitória concedida.

Foi numa sexta feira de dor que Ele deu tudo, e, portanto, nenhum sacrifício será grande de mais se comparado a tudo o que Ele fez ali. E quando a Esperança de Israel parecia perdida, pois o Salvador pelo qual o mundo tanto aguardou agora estava morto, crucificado, fracassado, e derrotado numa cruz de maldição, sem expectativa de uma solução; não obstante, o mundo enfrentou o silêncio de maior agonia e espera ao ver o túmulo ali, fechado e sua esperança frustrada. Nada de muito magnífico podia-se esperar de um momento como aquele... E que momento! Agora a dor sofrida na cruz, parecia se perpetuar por cada coração que um dia acreditou na Sua pregação e deixou tudo para segui-LO. Quanta decepção, quanta esperança adiada, quanto sonho frustrado aquele sábado representou. ATÉ... Até que finalmente chegou o domingo, um dia comum, mais um dia, porém o que o mundo não esperava, e tão pouco o inferno, é que esse fosse também o dia (O GRANDE DIA) em que Jesus fosse ressurgir resplandecente, ressurreto, vitorioso, vencedor!!! Sexta, sábado e domingo... Três dias, três significados, três momentos que me inspiram tanto!

Com aproximação de mais uma páscoa, uma data para nunca ser passada despercebida, que a força do cansado seja restaurada, a fé fortalecida e a esperança renovada. Na certeza de que não importa quão duro tem sido os dias de dor, lágrimas e sofrimento que mais parece não ter fim, de uma sexta feira sombria e vazia, ou mesmo a angustia e ansiedade de um sábado de uma espera interminável, onde tudo o que se tem é a promessa, e nada mais, renasça em cada coração que lê essas palavras a esperança de que você pode estar a um dia do domingo de sua liberdade rumo aos sonhos e desejos mais profundos. Não importa qual seja a sua história ou há quantos anos você espera por uma resposta da parte do Senhor... Pois pode ser que Ele escolha, este “domingo”, chamado 2012, para calar o inferno da sua vida com as palavras do apóstolo Paulo: “Onde está, ò morte a tua vitória? Onde está o teu aguilhão?” Tragada foi a morte pela VITÓRIA!!!

Não perca a sua esperança, antes que ela seja renovada no SENHOR, mais uma vez. Creia que o Espírito de Deus, que ressuscitou a Jesus dentre os mortos VIVO ESTÁ, pronto para soprar em cada vale de ossos secos a vida conquistada por alto preço na Cruz. E mesmo para aqueles cuja força para acreditar parece desvanecida, há BOAS NOVAS para você... Pode ser que nesse ano, aparentemente caminhando para mais um ano, seja o tempo em que Deus escolheu para mudar a história da sua vida, assim como naquele domingo ordinário, onde a história de toda a humanidade foi mudada para sempre num domingo de páscoa, num acontecimento extraordinário.

01/04/12

“EU irei adiante de ti, endireitarei os caminhos tortuosos, quebrarei as portas de bronze e despedaçarei as trancas de ferro; dar-te-ei os tesouros escondidos e as riquezas encobertas, para que saibais que EU SOU o SENHOR, o Deus de Israel, que te chama pelo teu nome”.

Isaías 45: 2,3