quarta-feira, 31 de março de 2010

O verdadeiro Jejum


Qual é o verdadeiro jejum que agrada ao Senhor?

Existem vários tipos de jejum a ser feito, aquele que as pessoas passam no mínimo 3 dias sem comer nem beber, outros tiram uma refeição do dia, outros querem fazer uma renuncia daquilo que tanto gostam. Porém, nenhum desses jejuns é errado, a verdadeira questão é: Qual é o motivo que o leva a jejuar?

Se jejuar com o objetivo de sacrifício para alcançar um objetivo, como: um carro, uma casa, uma pessoa conhecer a Jesus, um trabalho na igreja, pessoas se arrependerem dos seus pecados após um evangelismo ou impacto, até mesmo jejuar para que uma doença seja curada. Nada disso será valido. Na realidade você não estará fazendo um jejum, mas greve de fome “Só irei comer se receber aquilo que estou buscando”.

Não é necessário fazer algum sacrifício para alcançar uma benção. Jesus já pagou tudo no calvário, tudo que necessitamos e precisamos já foi derramado pela graça de Deus. Não estamos debaixo da Lei, mas da Graça de Jesus.

O único e verdadeiro jejum que temos que fazer é matar a nossa carne, nossa vontade para a Santificação. A santidade faz com que parecemos mais com o Senhor. Ela é a única maneira de restaurar um pouco daquilo que foi contaminado pelo pecado quando Adão pecou. Todo o corpo foi maculado pelo pecado, não existe nada dentro de nós foi contaminado por ele. E a santificação faz com que resgatemos a verdadeira imagem e semelhança de Deus em nós.

Todos nós fomos formados a imagem e semelhança do Senhor. Mas quando o homem caiu, pecou, essa imagem e semelhança foram distorcidas, como um espelho que se rachou.

É claro que essa imagem e semelhança não é dada pelo padrão de beleza que conhecemos, pois Deus é espírito. Essa imagem e semelhança esta dentro de nós, são as características que fazem o homem diferente de toda a criação. Pois fomos o único que o Senhor disse: “Façamos o homem a nossa imagem, conforme a nossa semelhança.” (Gn 1:26)

A santificação é um dos meios do qual o homem pode restaurar aquilo que foi perdido no Édem. E o jejum é um dos meios do qual nos santificamos. A santificação faz com que nos aproximemos mas de Deus. Onde lavamos os nossos pecados no sangue de Jesus.

Isaias 58 relata o verdadeiro jejum que o Senhor deseja que o povo faça. Um jejum que não acaba em brigas e contendas, o jejum do qual matamos a nossa carne e nossa vontade, onde servimos o nosso próximo acima de nossas indiferenças.

Do que adianta jejuarmos e não querer se parecer com Cristo? Do que adianta abdicarmos de algo por alguns dias e continuar seguindo os nossos próprios caminhos? Do que vale a pena raspar a cabeça e andar com roupas de saco, se ao menos nem olhamos a necessidade da pessoa que vemos toda semana?

Deus não aceita nenhum jejum se temos ira no nosso coração. Por que preferimos dormir no chão durante meses e não pedir perdão para aqueles que nos magôo? Preferimos dormir em local duro do que chegar no seu irmão que vê todos os dias e reconhecendo que estava errado pedindo perdão.

O verdadeiro jejum é viver aquilo que falamos que somos, é praticar na integra as musicas que declaramos a Deus todos os domingos, é seguir os passos da dança que o Pai te conduz.
Cristo nos ensinou como deve ser o verdadeiro jejum. Não é aquele que todos olham e dizem: “Essa é uma pessoa de Deus. Passa 3 dias sem comer nada.” O jejum que Jesus ensinou é:
"Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas. . Ao jejuar, arrume o cabelo e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê em secreto.” (Mt 6:15 e 18).

Não temos que demonstrar que estamos fazendo algo para agradar a Deus. A única pessoa que nos olha, principalmente o nosso coração, é Jesus.

A
ntes de Cristo falar sobre jejum ele ensinou os discípulos a orem (Mt 6:5-13). O jejum sem oração é o mesmo que tentar correr atrás do vento. Sem a comunhão com Deus, não existirá santificação, pois o único que nos limpa é o Espírito Santo.

Creio que um jejum não é para conseguir algo para nosso bem estar. Não precisamos fazer algum sacrifício para alcançar uma benção. É como marido e mulher. Quando eles namoravam, o rapaz levava à pizzaria, dava presentes, assistiam filmes no cinema, porque o seu objetivo era de se casar com ela. Ao se casarem, ele continua fazendo isso, mas por quê? Independente se suas atitudes ele continuará sendo seu esposo, se ele der presente para ela ou não, se a leva ao shop para se divertirem, ou não fizer nada, isso não mudará o documento que foi assinado pelos dois quando se casaram. Porém ele faz isso porque a ama. O seu amor vai muito mais alem que um simples documento.

Dessa mesma maneira Cristo fez a sua noiva. Ele morreu na cruz, limpando nossos pecados através da Sua graça. Nos tornamos sua noiva, independente se fazemos jejum ou qualquer outra coisa, Ele continuara sendo o nosso Noivo que nos ama. Cristo continuará derramando sua graça nas nossas vidas.

Se quisermos fazer um jejum que verdadeiramente ira agradar seu Noivo, faça um propósito de ler a Bíblia e deixa-la que Ele o confronte. Viva aquilo que Ele diz na Sua palavra. Tire um tempo significativo com Ele e ore pelos povos perseguidos, pelas pessoas que não conhecem ao Senhor, por aqueles que estão sofrendo tanto pelas guerras civis e morrido com desastres naturais, ore para que Deus levante recursos financeiros para aqueles que estão na ruína e pra que o Senhor toque nos corações nossos lideres para enviar pessoas para ajudar aqueles povos.
Ao fazerem qualquer tipo de jejum, não faça com o objetivo de outros verem o tanto que é santo. Faça com intuito de agradar somente o seu Pai:
“E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.” (Mt 6:18b)

O jejum, independente do que for tem que ser para a santificação, para fortalecer o nosso espírito e matar nossa carne (nossa vontade, desejos e caminhos). Deus ama quando seus filhos jejuam, pois ele nos aproxima mais do nosso Pai.


Faça o verdadeiro jejum que agrada a Deus


Mélodi Modesto Campos
BSB- 27/03/2010

quarta-feira, 17 de março de 2010

A Esperança na espera


Salmo 25:3a

Nenhum dos que esperam em ti ficará decepcionado.

Esperar no Senhor não é uma das coisas fáceis de fazer na vida. Lutar contra nossa própria vontade e negar os nossos desejos se tornam uma das maiores lutas que travamos no dia a dia. Saber que o Senhor está no controle de todas as coisas por mais estranho que esteja, nos faz sentir que tudo esta cooperando contra nós. Isso nos traz uma incerteza se o Senhor é por nós ou contra nós. A esperança se desfaz e a nossa certeza no Senhor acaba, e no lugar da fé e convicção de que tudo esta sendo controlado por Deus, a duvida entra junto com sua companheira inseparável, Ansiedade.

O que nos tira desse momento tão precioso que o Senhor nos proporciona, a Espera, é essa tal de Ansiedade. Ela é a inimiga mortal da Esperança. Sua estratégia é tão sutil que nem ao menos percebemos que ela existe, mas que na verdade, ela esta bem ao nosso lado com toda paciência do mundo, aguardando uma oportunidade, menor que seja, para entrar e destruir nossa certeza e confiança em Deus. Assim que damos uma pequena oportunidade, ela entra dentro de nós, como um vírus destruir, corroendo tudo que esta dentro de nós, deixando buracos na nossa alma. E quando menos percebemos estamos dando a tão famosa “mãozinha pra Deus”. E a consequência disso, o atraso dos planos de Deus para nossas vidas. E aquilo que deveria ser perfeito e maravilhoso acaba se tornando algo horrível e doloroso, pois no lugar de darmos a luz fazer um aborto.

A maior persuasão da ansiedade está naquele famoso ditado:”Se quer uma coisa bem feita, faça você mesmo”, e isso se torna o maior questionamento nesse momento.

A ação de Deus é totalmente diferente da nossa. O trabalho que ele faz é muito mais profundo do que nossos olhos podem ver e os nossos pensamentos podem entender. Por mais que não vemos nada o Senhor trabalha em nosso favor, Ele dá aos seus amados em quanto dormem (Sl 127:2). É exatamente nesse momento de espera que o Senhor prova se realmente confiamos Nele. Quando confiamos de todo nosso coração, o Senhor nunca nos decepcionará. Certa vez Jesus disse aos
fariseus: “Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!” (Mt 7:11)

O nosso Pai sabe o melhor para nos dar no tempo certo. Não deixe que a ansiedade na espera acabe com suas esperanças. O Senhor tem o tempo certo para cada um de nós, Ele nunca atrasara.


Não perca a Esperança na espera!!!



video





Deus já estendeu a Sua mão

Desde a antiguidade não se viu
Nem jamais se ouviu
De um Deus semelhante ao Senhor

Ele age pra quem Nele espera
E na luta persevera
Confiando em seu amor

Quem é Deus acima do Senhor?
Não há ninguém na terra, céu e mar
Só Ele é Deus, igual não há

Mesmo que você não veja seu agir
Deus esta sempre a trabalhar
E o caminho ira abrir

Mesmo que as circunstancia digam não
Sua palavra ira cumprir
Deus não é homem pra mentir
Creia de todo o coração

Deus já estendeu a Sua mão
Deus já estendeu a Sua mão
Deus já estendeu a Sua Mão

(Musical Esaú e Jacó
Jamily Gomes
CTMDT-2007)

Mélodi Modesto Campos
BSB- 19/02/2010

segunda-feira, 8 de março de 2010

A Esperança Vive


Salmo 119:116

Sustenta-me, segundo a tua promessa, e eu viverei; não permitas que se frustrem as minhas esperanças.


ESPERANÇA, é o que nos faz viver. Sem ela não temos expectativas de vida. Porem, o que precede toda esperança é o SONHO. Sem sonhos não podemos ter esperança de nada. É através dos sonhos que temos esperança para o futuro. Ele nos fortalece diante das adversidades da vida. Sem os sonhos não temos forças para caminhar e alegria para que o outro dia venha nascer.

Temos sonhos de vários tipos. Sonhamos em ganhar o presente tão desejado no nosso aniversário. Sonhamos em passar no concurso e entrar na faculdade. Sonhamos em conquistar uma carreira satisfatória e ser bem sucedido. Sonhamos em namorar, noivar e casar. Sonhamos em comprar a tão desejada casa própria, junto com o carro 0 Km. Até pequenos sonhos, como uma sandália, sapato, livros, cadernos, agendas, CDs, DVDs. Sonhamos todos os tipos de sonhos.

Com tudo, por que o homem não vive sem sonhos? Por que sempre temos esperança para que possamos ter uma vida plena e feliz? Jeremias certa vez disse: “Lembro-me do que pode me dar esperança.” (Lm 3:21). A esperança é a âncora que nos faz ter fé no futuro. Diante das tempestades não nos abalamos, pois temos a certeza que tudo ira mudar em uma só palavra do Mestre.

Deus sonhou conosco mesmo antes de estarmos no ventre da nossa mãe: Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe (Sl 139:13). Ele escreveu todos os nossos dias. O Senhor sonhou com cada detalhe da nossa vida. Os sonhos e a esperança são atributos do qual pertence ao Senhor: Descanse somente em Deus, ó minha alma; dele vem a minha esperança (Sl 62:5). Deus compartilhou conosco a Esperança que estava no Seu coração.

Ter esperança para o dia de amanhã não tem nada de errado. Todos têm a capacidade de sonhar. Podemos criar sonhos para o nosso próprio bem e satisfazer a nossa própria vontade. Mas sonhar os sonhos do Criador é somente para aqueles que nasceram de novo, que são chamados filhos de Deus. Sonhar os sonhos do Pai, é uma dádiva para aqueles que O buscam e O recebe de todo coração.

Para adquirirmos a esperança e os sonhos dados por Deus temos que ter fé. E essa fé depositada somente Nele, fará com que esses sonhos se concretizem. A Bíblia esta recheada de sonhos e promessas do Senhor. E ela nos garante que o nosso Deus é um Deus fiel. Hebreus 11 é a maior prova dessa certeza. O seu autor após de relatar os heróis da fé diz: Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas (Hb 12:1a). O que sustentou aqueles homens, foram àquelas promessas. O Salmo 119:16 permaneceu guardado nos corações deles. Pois a palavra de Deus traz vida ao que está morto.

Se não sonhamos os sonhos de Deus a nossa vida fica vazia e sem rumo. Os nossos sonhos fazem com que percamos o verdadeiro foco, e no final acabamos mas perdidos do que estávamos antes. Se algum sonho se frustra não temos forças para continuar. Somente os sonhos de Deus fazem com que não desistamos, independentes da circunstância. A esperança que é depositada por Deus nunca morrerá. Não sonhar os sonhos de Deus faz com que nos tornemos pessoas mesquinhas, e no final da vida iremos perceber que tudo o que buscamos e conquistamos não passou de vaidade. O rei Salomão conquistou tudo o que desejava, mas no decorrer da vida perdeu o verdadeiro foco, e apesar de suas conquistas e vitórias não fizessem com que ele tivesse prazer, percebendo no final de sua vida que tudo aquilo se tornou vaidade.

Não podemos nos apegar na esperança que esse mundo nos proporciona. Ela se torna algo sem valor daqui algum tempo. Se apegue naquilo que é eterno: Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno (2 Co 4:18).


Somente o Senhor tem sonhos do qual nunca se frustrará. As promessas que Ele tem os Seus filhos são incontáveis, e a sua maior promessa é a volta daquele que deu a vida por amor a nós.
Ter esperança e expectativa que as coisas irão melhorar é a melhor escolha que podemos fazer, pois o nosso Pai não permitirá que os Seus sonhos se frustrem. Tenha esperança Nele, pois se Ele prometeu, Ele é fiel para cumprir.


Esteja focado na esperança que o Pai tem, pois ela NUNCA será frustrada e envergonhada.



A Esperança Vive

Das cinzas do que já se foi
A esperança não morreu
Dos sonhos que não se cumpriram
A esperança não morreu
Do fim que parece ter chegado de vez
A esperança vive, há esperança
A esperança não morre jamais
A esperança vive, há esperança
A esperança não morre jamais
Tua casa vai ser conhecida
Como uma fonte de milagres
Essa causa impossível há de ser
O testemunho do poder de Deus sobre você
Estes poços e estes vales
Vão voltar a transbordar
A esperança vive, há esperança
A esperança não morre jamais
Volte a crer, volte a sonhar
Volte a crer, volte a sonhar

(A Esperança Vive-
Ludmila Ferber)


Mélodi Modesto Campos
BSB-18/02/2010