quarta-feira, 31 de março de 2010

O verdadeiro Jejum


Qual é o verdadeiro jejum que agrada ao Senhor?

Existem vários tipos de jejum a ser feito, aquele que as pessoas passam no mínimo 3 dias sem comer nem beber, outros tiram uma refeição do dia, outros querem fazer uma renuncia daquilo que tanto gostam. Porém, nenhum desses jejuns é errado, a verdadeira questão é: Qual é o motivo que o leva a jejuar?

Se jejuar com o objetivo de sacrifício para alcançar um objetivo, como: um carro, uma casa, uma pessoa conhecer a Jesus, um trabalho na igreja, pessoas se arrependerem dos seus pecados após um evangelismo ou impacto, até mesmo jejuar para que uma doença seja curada. Nada disso será valido. Na realidade você não estará fazendo um jejum, mas greve de fome “Só irei comer se receber aquilo que estou buscando”.

Não é necessário fazer algum sacrifício para alcançar uma benção. Jesus já pagou tudo no calvário, tudo que necessitamos e precisamos já foi derramado pela graça de Deus. Não estamos debaixo da Lei, mas da Graça de Jesus.

O único e verdadeiro jejum que temos que fazer é matar a nossa carne, nossa vontade para a Santificação. A santidade faz com que parecemos mais com o Senhor. Ela é a única maneira de restaurar um pouco daquilo que foi contaminado pelo pecado quando Adão pecou. Todo o corpo foi maculado pelo pecado, não existe nada dentro de nós foi contaminado por ele. E a santificação faz com que resgatemos a verdadeira imagem e semelhança de Deus em nós.

Todos nós fomos formados a imagem e semelhança do Senhor. Mas quando o homem caiu, pecou, essa imagem e semelhança foram distorcidas, como um espelho que se rachou.

É claro que essa imagem e semelhança não é dada pelo padrão de beleza que conhecemos, pois Deus é espírito. Essa imagem e semelhança esta dentro de nós, são as características que fazem o homem diferente de toda a criação. Pois fomos o único que o Senhor disse: “Façamos o homem a nossa imagem, conforme a nossa semelhança.” (Gn 1:26)

A santificação é um dos meios do qual o homem pode restaurar aquilo que foi perdido no Édem. E o jejum é um dos meios do qual nos santificamos. A santificação faz com que nos aproximemos mas de Deus. Onde lavamos os nossos pecados no sangue de Jesus.

Isaias 58 relata o verdadeiro jejum que o Senhor deseja que o povo faça. Um jejum que não acaba em brigas e contendas, o jejum do qual matamos a nossa carne e nossa vontade, onde servimos o nosso próximo acima de nossas indiferenças.

Do que adianta jejuarmos e não querer se parecer com Cristo? Do que adianta abdicarmos de algo por alguns dias e continuar seguindo os nossos próprios caminhos? Do que vale a pena raspar a cabeça e andar com roupas de saco, se ao menos nem olhamos a necessidade da pessoa que vemos toda semana?

Deus não aceita nenhum jejum se temos ira no nosso coração. Por que preferimos dormir no chão durante meses e não pedir perdão para aqueles que nos magôo? Preferimos dormir em local duro do que chegar no seu irmão que vê todos os dias e reconhecendo que estava errado pedindo perdão.

O verdadeiro jejum é viver aquilo que falamos que somos, é praticar na integra as musicas que declaramos a Deus todos os domingos, é seguir os passos da dança que o Pai te conduz.
Cristo nos ensinou como deve ser o verdadeiro jejum. Não é aquele que todos olham e dizem: “Essa é uma pessoa de Deus. Passa 3 dias sem comer nada.” O jejum que Jesus ensinou é:
"Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas. . Ao jejuar, arrume o cabelo e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê em secreto.” (Mt 6:15 e 18).

Não temos que demonstrar que estamos fazendo algo para agradar a Deus. A única pessoa que nos olha, principalmente o nosso coração, é Jesus.

A
ntes de Cristo falar sobre jejum ele ensinou os discípulos a orem (Mt 6:5-13). O jejum sem oração é o mesmo que tentar correr atrás do vento. Sem a comunhão com Deus, não existirá santificação, pois o único que nos limpa é o Espírito Santo.

Creio que um jejum não é para conseguir algo para nosso bem estar. Não precisamos fazer algum sacrifício para alcançar uma benção. É como marido e mulher. Quando eles namoravam, o rapaz levava à pizzaria, dava presentes, assistiam filmes no cinema, porque o seu objetivo era de se casar com ela. Ao se casarem, ele continua fazendo isso, mas por quê? Independente se suas atitudes ele continuará sendo seu esposo, se ele der presente para ela ou não, se a leva ao shop para se divertirem, ou não fizer nada, isso não mudará o documento que foi assinado pelos dois quando se casaram. Porém ele faz isso porque a ama. O seu amor vai muito mais alem que um simples documento.

Dessa mesma maneira Cristo fez a sua noiva. Ele morreu na cruz, limpando nossos pecados através da Sua graça. Nos tornamos sua noiva, independente se fazemos jejum ou qualquer outra coisa, Ele continuara sendo o nosso Noivo que nos ama. Cristo continuará derramando sua graça nas nossas vidas.

Se quisermos fazer um jejum que verdadeiramente ira agradar seu Noivo, faça um propósito de ler a Bíblia e deixa-la que Ele o confronte. Viva aquilo que Ele diz na Sua palavra. Tire um tempo significativo com Ele e ore pelos povos perseguidos, pelas pessoas que não conhecem ao Senhor, por aqueles que estão sofrendo tanto pelas guerras civis e morrido com desastres naturais, ore para que Deus levante recursos financeiros para aqueles que estão na ruína e pra que o Senhor toque nos corações nossos lideres para enviar pessoas para ajudar aqueles povos.
Ao fazerem qualquer tipo de jejum, não faça com o objetivo de outros verem o tanto que é santo. Faça com intuito de agradar somente o seu Pai:
“E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.” (Mt 6:18b)

O jejum, independente do que for tem que ser para a santificação, para fortalecer o nosso espírito e matar nossa carne (nossa vontade, desejos e caminhos). Deus ama quando seus filhos jejuam, pois ele nos aproxima mais do nosso Pai.


Faça o verdadeiro jejum que agrada a Deus


Mélodi Modesto Campos
BSB- 27/03/2010

4 comentários:

  1. Realmente é verdade Jejum deve ser secreto, um proposito entre vc e Deus

    ResponderExcluir
  2. eu concordo q deve ser um jejum secreto apenas você e Deus

    ResponderExcluir
  3. Quando jejuamos no propósito de "matar " os desejos desse corpo, entendemos o quanto somos agraciados pelo Espírito, satisfazendo a vontade Dele, nós abrimos o nosso coração e nos rendemos totalmente, numa sintonia completa.Eu demorei a entender o real signifcado, mas hoje, sei o quanto é importante essa arma espiritual.Lembrando que ao fazê-lo, devemos estar em constante oração (nem que seja mental), numa total ligação com Ele, para que possamos faze-lo de maneira correta, não se distraindo com assuntos externos, nem muito menos tv, ou qualquer outra atividade que tire o nosso foco.-a santificação.A meu entender, não existe hora, nem dia, mas sim o tempo que o Espírito nos orientar.Graça e paz!!!

    ResponderExcluir
  4. o verdadeiro jejum que agrado o criador e o que esta escrito em isaias 58:5,6,7

    ResponderExcluir